Home » Roteiro pelo Leste europeu: 10 dias incríveis

Roteiro pelo Leste europeu: 10 dias incríveis

por Eduardo Dias Araujo
Publicado: Última Atualização em 0 comentário

Se você sonha em viajar pela Europa por destinos acessíveis e surpreendentes, este roteiro de 10 dias pelo Leste europeu é para você! Hoje, a minha sugestão é visitar três cidades incríveis: Budapeste, na Hungria; Viena, na Áustria e Praga, na República Tcheca.

Os três destinos ficam no lado leste do Velho Continente. Além de serem próximos e muito acessíveis, ou seja, para todos os tipos de viajantes, eles te reservam o contato com paisagens deslumbrantes e muita história. Mas, gastronomia diferenciada e basicamente, turismo para todos os gostos, também estão disponíveis por cada uma dessas cidades.

Só para ilustrar, nos três destinos deste mapa você pode optar por visitar museus, igrejas, monumentos dos tempos de guerra ou passear ao ar livre e conhecer parques e praças. Para você ter uma ideia, os três países fizeram parte do Império Austro-Húngaro. Anos mais tarde, durante a Guerra Fria, tanto a Hungria quanto a República Tcheca, estiveram sob influência da antiga União Soviética. Além disso, ambos eram signatários do Pacto de Varsóvia.

Fiz esta breve introdução para te dizer que por cada cidade você encontra ainda vestígios da 2ª Guerra Mundial. Isto é, são ótimos locais para ficar por dentro de momentos históricos, mas ao mesmo tempo estar ligado a muita modernidade. Neste post eu te explico como fazer um excelente roteiro pelo leste europeu no inverno ou verão, para mochileiros ou não. Confira!

Planeje sua viagem => Hotéis mais baratos na Europa

Seguro viagem Europa »

 

Como montar um roteiro pelo Leste europeu?

Planejamento

roteiro leste europeu inverno

Planeje bem, por exemplo, qual a melhor estação do ano para sua viagem.

O primeiro passo ao montar qualquer roteiro será sempre o planejamento! Claro que hoje estou te oferecendo algumas sugestões e talvez, a mais importante de todas elas: os destinos.

No entanto, quero ressaltar que caso você possua mais de 10 dias de viagem, você pode incluir outras cidades no seu roteiro ou até ficar mais dias em cada um dos destinos que estou sugerindo.

A minha ideia é apenas te ajudar com algumas orientações. Então não fique preso as dicas que estou te dando aqui. Porém, leia tudo com atenção, assim você já fica por dentro do que irá encontrar e ainda pode se planejar e incluir no seu tour outras atrações turísticas!

Como já adiantei acima, a primeira coisa a se fazer antes de viajar é detalhar o seu roteiro, ou seja, fazer o planejamento. Nesse momento você precisa decidir a época do ano que irá viajar, verão ou inverno. Baixa ou alta temporada.

Lembrando que, geralmente, o inverno, o outono e a primavera fazem parte da baixa temporada na Europa, ou seja, os viajantes gastam menos, tanto em hospedagem quanto em alimentação.

Mas muitas vezes economizam também com voos. Contudo, vale a pena ter atenção às atrações que estarão acontecendo na cidade que você for visitar, pois eventos específicos podem fazer os preços subirem!

CLIQUE AQUI agendar os melhores tours guiados na Europa »

 

Locomoção

roteiro leste europeu e russia

Pesquise se o seu roteiro fica melhor de trem ou ônibus.

O próximo passo é reservar o seu voo. Aqui a dica é marcar a passagem de ida para o primeiro destino a ser visitado e o retorno ao Brasil partindo da última cidade que você irá visitar. Dessa forma você não só economiza dinheiro, como tempo também.

Por falar em transporte, este também é o momento de pesquisar o trajeto que você fará de um país ao outro. Neste caso, é sempre bom pesquisar se irá valer mais a pena viajar de ônibus, trem ou em companhias aéreas de baixo custo.

Saiba que em todos os casos você pode comprar os bilhetes do Brasil. Então para você poder pesquisar com antecedência, seguem algumas empresas que você pode usar pela Europa:

Ônibus

Trem

Buscadores de voo

Prático => Chip na Europa

 

Acomodação e turismo

roteiro leste europeu e grecia

Opte por hostel e economize com hospedagem.

Só para você não esquecer, quero destacar que o mesmo procedimento feito em relação a voos e transportes públicos, isto é, reservar com antecedência, também deve ser feito quando se trata de atrações turísticas e hospedagens.

O primeiro item sempre irá te garantir descontos quando adquirido com antecedência e/ou no próprio site da atração turística, além disso, você evitará pegar filas.

Já o segundo, é imprescindível para que você tenha a sua entrada permitida em cada país que irá visitar. Outra dica, para economizar com acomodações, é optar por hostel. Mas isso, de fato, depende do seu estilo de viagem!

Por falar nisso, não se esqueça, ao visitar para Europa você sempre irá precisar de um seguro viagem! A boa notícia é que para os três países que sugiro hoje, você não precisa de visto prévio. No entanto, isso não dispensa os itens acima!

Descubra => Quantas milhas preciso para viajar para Europa?

 

Roteiro perfeito pelo Leste Europeu

1ª Parada – República Tcheca, Praga

roteiro praga viena bratislava budapeste

Vista aérea de Praga | Foto: Estec Co.Ltd, Prague Hotel Operator, via Wikimedia Commons.

Praga, na minha opinião, deve ser o primeiro lugar que você deve visitar no Leste Europeu. Ou seja, é para ela que você deve comprar a sua passagem de ida.

Capital da República Tcheca, um dos países mais famosos da Europa Oriental, essa cidade está praticamente no coração do Velho Continente.

Só para ilustrar, este país faz fronteira ao norte com a Polônia e Alemanha, a leste com a Eslováquia, ao sul com Áustria e a oeste com a Alemanha novamente. Ou seja, você pode chegar ao seu próximo destino de trem ou ônibus.

Diversão => Atividades de lazer em Praga

 

Sabia que o Seguro Viagem é obrigatório na Europa?

Além de ser obrigatório nos países do Tradado de Schengen, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 10% de desconto usando o cupom VIAJARNAEUROPA, é só clicar no botão.

 

O que fazer em Praga?

Dicas de Praga

Capital Praga possuí o “maior castelo do Mundo”.

A República Tcheca te reserva muita diversidade turística. Em Praga, você pode ter, inclusive, contato com neve, caso viaje durante o alto inverno.

Para você ter uma ideia prévia da beleza deste lugar, vale a pena destacar que a cidade foi construída entre colinas, às margens do Rio Vltava. Não é à toa que ela é chamada de a “Cidade das Cem Cúpulas”. Confira um passeio de barco em Praga.

Mas Praga também é famosa pela quantidade de pontes que possui. No entanto, lá você pode visitar ainda castelos, igrejas e palácios.

Todavia, em 3 dias, você poderá turistar muito. Neste caso, a dica é tentar se hospedar no centro da cidade, chamada de Praga 1, pois assim poderá conhecer todos os pontos de interesse sem precisar de transporte público. Além disso, poderá desfrutar ainda da noite de Praga, que é bem movimentada.

Dito isso, saiba que Praga, assim como a República Tcheca, é muito desenvolvida, com economia avançada e padrões elevados de vida.

Entretanto, a boa notícia para turistas, é que em um dia, você não deve gastar mais de 40 euros, entre hospedagem, alimentação e atrações turísticas.

No primeiro dia na cidade você pode visitar o centro histórico da Praga. Ele está em perfeito estado de conservação e é desde 1922, Patrimônio Cultural pela Unesco. Outro lugar que merece a sua atenção é o Castelo de Praga. Por isso, agende logo um tour pelo Castelo de Praga.

Segundo o Guiness Book, este é o maior castelo do mundo. Ele conta com 70 mil metros quadrados e possui muitas torres, entre elas, a Torre de Pólvora, local que não pode ficar de fora do seu tour.

Hospedagem => Onde ficar em Praga

 

Mais dicas sobre Praga

Castelo de Praga | Foto: Stefan Bauer, via Wikimedia Commons.

Mas outro benefício de visitar este local é poder conhecer a Catedral de São Vito. Ela foi construída em estilo gótico! Já o Palácio Belvedere, em estilo renascentista também pode te agradar pela beleza.

Outro endereço obrigatório é a Ponte Carlos. Ela é uma das principais atrações turísticas da capital e é considerada uma das pontes europeias mais antigas do velho continente.

Por falar nisso, você não pode deixar de conhecer o Relógio Astronômico, além de ser conhecido mundialmente, ele fica lá perto e oferece ainda lindos pôr do sol! Confira uma entrada no Relógio Astronômico.

No 2º dia em Praga, você pode conhecer a Igreja Tyn, o Bairro Judeu, a Praça Wenceslas, o Mosteiro e a Biblioteca Strahov, o Bairro Histórico Lesser e a Igreja de S. Nicolas. Como são muitos destinos, a sugestão é acordar cedo, para caminhar com tranquilidade.

Além disso, outra dica, que já citei acima, comprar os bilhetes de entrada te ajudará a não pegar filas, mas também quero sugerir parar em um dos cafés do bairro histórico para apreciar o movimento dos moradores locais.

Que tal reservar o 3º dia para apreciar a arquitetura da cidade antes de partir para o próximo destino? Além de Praga ser uma cidade muito segura para quem viaja sozinho, ela possui beleza própria e merece a sua atenção. Vale a pena comprar o ticket do ônibus turístico em Praga.

No entanto, lembre-se, você pode montar o seu próprio roteiro a partir das dicas que citei a cima, então comece o seu planejamento assim que concluir a leitura deste artigo, fica a dica!

Qual a melhor? => Companhia aérea para viajar para Europa

Roteiro completo pelo Leste Europeu

2ª Parada: Áustria, Viena

Roteiro Leste europeu

Foto: Omnidoom 999, via Wikimedia Commons.

De Praga você deve seguir para Viena, na Áustria. Ou seja, inicie seu dia na República Tcheca, apreciando a beleza da capital antes de seguir para esse destino. Em Viena você pode chegar de ônibus ou de trem.

Vale a pena pesquisar os valores de cada um para saber o que será o melhor para você. Mas vale destacar que a viagem dura um pouco mais de 4 horas, então talvez, optar pelos ônibus seja a melhor ideia, pois irá garantir um pouco mais de conforto!

Dito isso, para você ir ficando por dentro deste destino quero destacar que a Áustria, fica na Europa Central. Ela faz fronteira com a Alemanha e República Tcheca ao norte, Eslováquia e Hungria a leste, Eslovênia e Itália a sul, e Suíça e Liechtenstein a oeste.

Percebeu que o seu próximo destino também será facilmente acessado por meio de Viena? Bom ainda tenho uma surpresa, então fica por aqui!

Mas antes, vale ressaltar que Viena oferece além de muita cultura, lugares incríveis para apreciar. Além disso, na cidade estão localizadas as tradicionais tabernas austríacas, que te permite viver a verdadeira Áustria.

Aproveite  => Passeios em Viena

 

O que fazer em Viena?

Palácio de Schönbrunn | Foto: David Monniaux, via Wikimedia Commons.

Em Viena você pode escolher ficar 3 ou 4 dias. É possível se hospedar tanto em hotéis, quanto em hostel, mas a dica é se atentar a localização, pois você pode precisar se locomover de metrô ou bonde, caso fique muito distante do centro da cidade. Isso por que é lá que você irá encontrar museus, jardins, igrejas e palácios.

No 1º dia você pode visitar o Palácio de Schönbrunn, ou como é popularmente chamado, o Palácio de Versalhes de Viena. O lugar é a antiga residência de verão do imperador e além da beleza externa, conta com a Casa das Palmeiras, uma Praça. Confira uma excursão guiada ao Palácio de Schönbrun.

Nesse dia, você pode conhecer ainda o Palácio Hofburg. Neste espaço você tem contato com o cotidiano da família imperial. No entanto, você também pode optar por conhecer o Palácio de Balverde. Em estilo barroco, hoje ele abriga a Galeria da Áustria, que apresenta uma grande coleção de obras de Klimt e Kokoschka.

No 2º dia, você ainda pode conhecer o Palácio Schlossberg. Ele fica na região de Graz e não só é um castelo belíssimo, como também abriga um bosque encantador.

Ou seja, além de ter contato com a história local, na cidade você poderá passear e apreciar a natureza. Apesar disso, caso você volte cedo para a cidade, poderá visitar ainda o mausoléu onde descansa o imperador Fernando II.

Para o 3º dia, a sugestão é conhecer o Museu Militar e o edifício do Landhaus, sede do governo regional. Na sequência, você pode visitar ainda a Catedral de Santo Estevão (Stephansdom) e a Casa de Mozart.

Vai ficar mais um dia na cidade? Saiba que ainda há muito para você ver em Viena! Entre outras opções estão a Staatsoper Vienna State Opera (Ópera Nacional), Museu Albertina, Leopold Museum, Sigmund Freud Museum, Parque Prater e Hundertwasser.

Contudo, caso você já esteja planejando partir, então é hora de pensar no próximo destino e caso você vá para lá no terceiro ou mesmo no quarto dia, a dica é separar o período da manhã para turismo e o da tarde para viajar.

A surpresa é que são apenas 2h30 até lá e mais uma vez você pode fazer esta viagem de trem ou ônibus e há muitos hotéis em Viena recomendados.

Saiba como => Viajar barato para Europa

 

Roteiro incrível pelo Leste Europeu

3ª Parada: Hungria, Budapeste

Roteiro Leste europeu para viajar

A linda Budapeste à noite | Foto: The Photographer, via Wikimedia Commons.

Vai viajar e precisa ter internet 100% do tempo no seu celular?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Devido a nossa parceria com a EASYSIM4U, clicando no botão abaixo você ganha o frete grátis para comprar qualquer chip e receber em casa, e assim ter conexão em até 210 países.

 

Para chegar no seu 3º destino e local de onde deve seguir para o Brasil, a sugestão é a Eurolines Húngara. Essa empresa de ônibus conta com saídas diárias e em vários horários, ou seja, como disse acima, você pode optar por turistar de manhã e viajar de tarde ou até de noite.

Além disso, o custo benefício e tempo, são melhores em relação aos trens. Mas nunca é demais pesquisar antes de fazer a sua escolha.

Budapeste, capital da Hungria, é margeada pelo Rio Danúbio. Ela é a sexta maior cidade da União Europeia, um local recheado de atrações turísticas e também muito acessível aos visitantes.

Nesse local, você deve ficar 3 ou 4 dias, de acordo com o período escolhido no destino anterior. Então vamos as atrações turísticas que te aguardam!

O que fazer em Budapeste?

Dicas de Budapeste

Castelo de Buda na Hungria.

Budapeste foi fundada em 1873, com a fusão das cidades de Buda, na margem direita do Danúbio, com Peste, na margem esquerda. O turismo húngaro, só para ilustrar, dá muita atenção a cidade, então o seu roteiro turístico pode começar bem no centro da cidade.

Dessa forma, caso possível, a sugestão novamente é se hospedar no centro de Budapeste. Assim, além de evitar o uso de transporte público, você ganha tempo para visitar todas as atrações turísticas. No entanto, é sempre bom pesquisar para saber onde você poderá economizar mais!

Dito isso, inicie seu tour em um passeio de barco pelo Rio Danúbio. Agende aqui um cruzeiro com bebida de boas-vindas em Budapeste.

Depois, que tal conhecer as margens do rio, onde estão instalados 60 pares de botas de ferro, em homenagem às vítimas judias, fuziladas no final de 1944.

Além de ser um monumento muito bonito, ele nos traz muitas reflexões e com certeza te deixará com outro olhar sobre a cidade! Mas o primeiro dia ainda não terminou, então a próxima visita pode ser o prédio do Parlamento húngaro.

Onde ficar => Hotéis em promoção em Budapeste

 

Mais dicas sobre Budapeste

Castelo de Vajdahunyad | Foto: Endrjuch, via Wikimedia Commons.

No 2º dia, você pode iniciar o tour pelo Castelo de Buda. Na sequência, conheça dois pontos turísticos que estão próximos de lá, o Bastião dos Pescadores e o Castelo de Vajdahunyad. Esse último foi construído para homenagear vários edifícios húngaros. Contudo, muitos moradores locais gostam de dizer que ele foi a casa do Conde Drácula.

Não demore muito, já que você ainda precisa visitar as Grutas Cársicas de Aggtelek e da Eslováquia, a Abadia Beneditina Milenar de Pannonhalma e o Parque Nacional de Hortobágy – a Puszta. Todos Patrimônios Mundial pela Unesco e paradas do ônibus turístico de Budapeste.

Por falar nisso, a cidade ainda conta com outros locais que também se tornaram Patrimônios da Unesco, são eles a Necrópole Paleocristã de Pécs, a Paisagem Cultural de Fertö/Neusiedlersee e Paisagem Cultural Histórica da Região Vinícola de Tokaj.

Ou seja, estes podem ser os pontos a visitados no seu 3º dia de viagem! Mas saiba que se você optar por ficar mais um dia na cidade pode conhecer ainda uma fonte de água termal e aproveitar para mergulhar em águas medicinais e rejuvenescedoras!  Confira um ingresso para as piscinas termais do Spa Széchenyi.

A cidade possui aproximadamente 100 fontes de águas quentes. Além de elas apresentarem muitos benefícios para a saúde, são uma ótima pedida para o inverno, caso o seu roteiro pelo Leste Europeu seja feito neste período.

Para você ter uma ideia, mesmo nas épocas mais geladas, quando o país fica com temperaturas que vão dos 4 graus negativos ao 1º positivo, as águas termais atingem os 37 graus sem dificuldades.

Melhores => Passeios na Europa

 

Roteiro Leste Europeu em 10 dias

Se você chegou até aqui viu que o mapa com roteiro por Praga, Áustria e Budapeste, três das principais cidades do leste europeu, te reserva muitas atrações incríveis.

No entanto, quero voltar a ressaltar que você pode escolher outras cidades ou optar pelas que sugeri, mas incluir outros destinos como Alemanha ou Eslováquia no seu roteiro, caso tenha mais dias para turistar. O que quero destacar é que não importa as cidades que escolha, mas sim preparar um bom planejamento de viagem.

Com uma viagem bem planejada é possível não só visitar mais países ou pontos turísticos, mas também economizar tempo e dinheiro. Por isso, antes de colocar os pés na estrada sempre planeje cada detalhe do seu roteiro.

Pesquise os melhores horários para viajar, faça comparações entre os meios de transporte, opte por uma refeição mais básica e outra em restaurante. Enfim, se organize para ter toda diversão possível, mas não sair no prejuízo!

Faça um excelente roteiro pelo leste europeu no inverno ou verão, seja como mochileiro ou não. Aproveite e assista esse vídeo feito pelo site oficial de turismo da Hungria e conheça mais Budapeste:

E agora que você já anotou todas as dicas e vai desbravar o velho continente, não esqueça de contar a sua experiência em nossos comentários!

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DE

Deixe um Comentário