9 lugares baratos para viajar na Europa

por Pâmela Queiróz

Hoje selecionei para você 9 lugares baratos para viajar na Europa. Já imaginou viajar por cidades europeias e gastar até 37 euros por dia? Neste artigo você descobre quanto precisará investir em acomodação, transporte, refeições e atrações turísticas.

Além disso, também aponto uma margem de custo extra, caso algum imprevisto ocorra. Dessa forma, além de estar preparado, você saberá que também poderá investir em lembrancinhas ou alguma atividade de última hora. Uma vez que os destinos sugeridos são lindíssimos, vale a pena aproveitar cada um ao máximo!

Vale destacar também que os valores apontados estão em euros, moeda que você pode comprar ainda no Brasil. Porém, é importante você seguir algumas dicas.

Antes de fazer as malas, leia este artigo até o fim para não ter nenhuma surpresa. Na sequência, verifique as taxas de câmbio brasileira e faça a troca da moeda. Ainda assim, viaje com cartões de crédito e débito, internacionais. Mas não esqueça, toda operação bancária realizada no exterior cobra o Imposto sobre Operações de Crédito (IOF).

Preparado para descobrir quais são os destinos mais baratos da Europa para viver, passagens mais baratas, países mais baratos para viajar? Confira agora1

Planeje sua viagem => Hotéis mais baratos na Europa

Seguro viagem Europa »

 

Destinos econômicos para viajar na Europa

  • Cracóvia, Polônia
  • Bucareste, Romênia
  • Kiev, Ucrânia
  • Belgrado, Sérvia
  • Sarajevo, Bósnia
  • Budapeste, Hungria
  • Istambul, Turquia
  • Vilnius, Lituânia
  • Bratislava, Eslováquia

CLIQUE AQUI agendar os melhores tours na Europa »

 

Para onde viajar na Europa gastando pouco

1) Cracóvia, Polônia

passagens mais baratas para europa

Foto: Diether, via Wikimedia Commons.

Cracóvia, na Polônia é o primeiro destino barato para viajar na Europa. Não é à toa que este roteiro está nesta posição. Você poderia imaginar que é possível gastar, em média, apenas 25.80 euros por noite nessa cidade.

Entretanto, essa não é a cidade mais barata da Europa. Esse artigo ainda te reserva uma surpresa.

Todavia, os motivos que podem te levar até a Cracóvia, vão além dos preços baixos. O município polonês, já foi a Capital Europeia da Cultura, seu Centro Histórico é Patrimônio Mundial da Unesco e ela é citada como uma das cidades mais bonitas da Europa. Vale a pena agendar um tour pela Cidade Velha em Cracóvia.

Cracóvia também possui destinos peculiares. Só para ilustrar, os estilos vão desde o gótico e renascimento até o barroco. Entre os lugares imperdíveis de visitação está a Catedral Wawel e o Castelo Real nas margens do Rio Vístula.

A Basílica de Santa Maria, a Igreja dos Santos Pedro e Paulo e a maior praça medieval da Europa, a Rynek Główny, também ficam na cidade.

Experiências => Passeios na Europa

 

O que fazer em Cracóvia?

Museu Nacional | Janusz Klimek, via Wikimedia Commons.

Para começar, se você visitar a capital polonesa, poderá conhecer além dos destinos citados acima, os campos de concentração de Auschwitz e Birkenau. Mas antes, dê uma passada no Mercado dos Tecidos. Ele fica na região central da cidade e é muito bonito e colorido.

Na sequência, conheça o Museu Nacional. Ele possui distintas exposições e até esculturas do século XIX. Contudo, a Cracóvia reserva turismo para todos os gostos. Então na cidade você pode conhecer também Barbacã, uma fortaleza em estilo medieval.

Além disso, não deixe de caminhar pela Ulica Florianska. A rua é um ponto de encontro para turistas e moradores. No Museu Czartoryski você também pode apreciar quadros de Leonardo da Vinci e Rembrandt.

Na cidadela de Wawel, que conta com construções góticas e um castelo renascentista, cuidado para não se apaixonar pela bela paisagem.

Mas se o seu objetivo é ficar um pouco mais por dentro da história, visite o Gueto de Varsóvia. Esse é o bairro judeu que mais sofreu durante a 2ª Guerra Mundial. Além disso, bem perto, fica o Campo de Concentração de Auschwitz e o campo de extermínio de Birkenau. Confira uma excursão guiada a Auchwitz-Birkenau.

Com certeza, além de se aproximar ainda mais da humanidade, você vai aprender muito sobre este povo, que apesar de tudo, recebe os turistas de braços abertos e com muita hospitalidade!

Melhores => Hotéis em Cracóvia

 

Quanto custa visitar a Cracóvia?

A primeira dica, que vale para os demais roteiros também, é buscar voos low cost na Europa. Entretanto, na Cracóvia indico você se hospedar no centro histórico, pois isso facilidade a visitação dos locais de interesse.

No país, a moeda que circula é o Zloty, então a sugestão é levar euros. Para se ter uma ideia, os hostels mais baratos custam em média 8 euros, por noite.

O transporte, por sua vez sai em média 1.80 euros. As refeições, podem custar até 6 euros. Em contrapartida, você deve investir cerca de 6 euros em custos extras e 4 euros em atrações turísticas. No total, sua viagem deve custar 25.80 euros, por noite.

Não Perca => Melhores passeios em Cracóvia, Polônia

 

2) Bucareste, Romênia

destinos baratos europa 2018

Parlamento | Foto: Bricot Valentin, via Wikimedia Commons.

Bucareste é a capital e maior cidade da Romênia. Esse destino além de ser um dos mais baratos para viajar na Europa, é considerado uma pequena Paris.

Na cidade você pode visitar o Arco do Triunfo, o Jardim do Éden e apreciar a vista panorâmica de Bucareste do Intercontinental Hotel.

No entanto, fique atento, pois as ruas estreitas da cidade escondem bares e restaurantes, dignos de deliciosas refeições. Inclusive, dá até para participar de um food tour pelos mercados de Bucareste.

Além disso, na Calea Victoriei, fica o passeio dos guarda-chuvas coloridos, a Pasta Jul Victoria. O local além de render belas fotografias, também conta com bares e restaurantes.

Mas se você procura por locais ao ar livre, siga em frente e conheça o Parque Alexandru Ioan Cuza. Esse local é lindo e sua paisagem, inspiradora!

Prático => Chip na Europa

 

O que fazer em Bucareste?

Na cidade você pode conhecer ainda três museus bem bacanas, o Muzeul National de Arta Romaniei, o Muzeul Naţional de Istorie a Romaniei e o Muzeul Naţional al Satului. O último fica mais afastado do centro, mas está à beira do lago Herastrau.

Ou seja, faz parte daquele roteiro que eu adoro, visite um, conheça dois. Por fim, mas não menos importante, está o Distrito Lipscani.

Nele você vai encontrar estátuas de personagens famosos da cidade, entre elas, a de Vlad Tepes ou Vlad Drácula. Só para ilustrar, ele inspirou as histórias de vampiros. Confira uma excursão para o Castelo do Conde Drácula.

Barato => Hotéis em oferta em Bucareste

 

Quanto custa visitar Bucareste?

A moeda local se chama Leu. Porém, ir para Bucareste com euros, sai mais barato em relação ao dólar. O hostel mais barato custa em média 8.50 euros. Já o preço do transporte público gira em torno dos 1.20 euros.

As refeições podem sair por pouco mais de 10 euros. Já os custos extras estão avaliados em 5 euros. No entanto, as atrações turísticas custam por volta dos 3.50 euros. No total, você deve gastar 28.50 euros por noite.

Diversão => Atividades de lazer em Bucareste, Romênia

 

3) Kiev, Ucrânia

passagem barata europa 2018

Monastério de Kiev-Pechersk | Foto: Falin, via Wikimedia Commons.

Kiev é mais uma cidade europeia determinada a manter as tradições. E também um local barato para você conhecer. Só para ilustrar, uma noite na capital ucraniana custa em média 21,65 euros.

Além disso, Kiev possui muita história e costuma deixar os turistas encantados com sua beleza. Para você ter uma ideia, no centro antigo do município fica a Catedral de Santa Sofia, Património Mundial da Unesco.

Na cidade você também deve apreciar a paisagem da Praça da Independência. Super movimentada, o local é ótimo para fazer novas amizades e conhecer um pouco das tradições do país e fazer um walking tour por Kiev.

Como funciona => Aluguel de carro na Europa

 

O que fazer em Kiev?

Foto: Tiia Monto, via Wikimedia Commons.

A cidade reversa alguns passeios pouco comuns, mas muito interessantes e baratos. Um deles é percorrer as estações de metrô. Curioso não é mesmo? Mas eu explico. Nas estações centrais você pode observar muitas marcas da antiga União Soviética. Na estação de Teatralna, por exemplo, existe até esculturas em bronze para homenagear antigos líderes.

Além disso, você também pode apreciar a paisagem do Rio Dniepr ou visitar o Mosteiro das Grutas – Pechersk Lavra. O espaço é um complexo de igrejas e mosteiros sagrados. Mas o passeio também reserva belos jardins e vistas para o centro histórico.

Em Kiev você também pode visitar o Museu Nacional da História da Ucrânia na II Guerra Mundial. Além de ser um dos maiores museus da Ucrânia, ele revela ao público muitos detalhes do período da guerra. Confira ingresso antecipado para o Museu Nacional de História da Ucrânia.

Lista => Melhores hotéis em Kiev

 

Sabia que o Seguro Viagem é obrigatório na Europa?

Além de ser obrigatório nos países do Tradado de Schengen, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 10% de desconto usando o cupom VIAJARNAEUROPA, é só clicar no botão.

 

Quanto custa visitar Kiev?

A moeda local é a Grívnia. Mas você já sabe, sai mais barato viajar com euro e não dólar. Então em Kiev você consegue alugar um hostel por aproximadamente 6,35 euros. O transporte público custa cerca de 0.30 cêntimos, por viagem. Se preferir, compre o ticket para o ônibus turístico de Kiev.

As refeições são um pouco mais altas e podem chegar até 20 euros. No entanto, um cheeseburguer mais uma cerveja importada, pode sair por menos de 2 euros.

Nessa viagem, os custos extras podem variar em 4 euros e as atrações turísticas menos de 1 euro. No total, você deve investir cerca de 21,65 euros, por noite. Isto é caso invista aproximadamente 10 euros em uma refeição.

Descubra => Melhores passeios em Kiev, Ucrânia

 

4) Belgrado, Sérvia

destinos baratos europa 2019

Vista para a Assembleia Nacional da Sérvia | Foto: MikyM, via Wikimedia Commons.

Belgrado, capital da Sérvia, é um dos locais mais antigos da Europa. Conhecida por ser uma ponte entre o passado e presente, ela também é famosa por ligar os lados leste e oeste europeu. Essa posição proporciona passeios sobre o comunismo na Sérvia.

Na cidade você pode conhecer desde fortalezas, palcos das antigas guerras, até edifícios modernos dos anos de 1960, como o Cristal da Confluência.

Hoje Belgrado também é quista pelos turistas devido a vida noturna e boêmia. Por isso, se este for o seu próximo roteiro de viagem, não deixe de conhecer o restaurante “Os três chapéus”, fundado em 1864, ele é referência na cidade.

Descubra => Quantas milhas preciso para viajar para Europa?

 

O que fazer em Belgrado?

Foto: Philozei, via Wikimedia Commons.

Em Belgrado você pode fazer muitos passeios gratuitos, um deles é visitar a Praça da República, uma das principais do município. Na Rua Knez Mihailova, por sua vez, você pode apreciar a estrutura dos edifícios, inclusive, alguns grafites.

Na sequência, que tal conhecer o Parque Kalemegdan e conhecer os rios Sava e Danúbio. Já reparou, até aqui você viu muita coisa bonita e não gastou nada. Então, aproveite a paisagem para relaxar. Quem sabe em um cruzeiro turístico por Belgrado.

Como todo roteiro sugere, visite um museu. E em Belgrado você poderá conhecer dois, o Museu Militar e o Museu da História Natural.

Mas se você prefere ficar por dentro da história religiosa, então não deixe de ir até à Catedral de Saint Sava. Só para ilustrar, ela é uma das maiores igrejas ortodoxas do planeta! Ah, conhecer a catedral não custa nada, a visita é grátis.

Prático => Hotéis em promoção em Belgrado

 

Quanto custa visitar Belgrado?

A moeda local é a Dinar sérvio. O hostel mais barato sai aproximadamente, 10 euros. O transporte local custa 0,76 cêntimos. As refeições saem em média, 10 euros. Se quiser uma experiência completa, agende um jantar típico em Belgrado.

Já os custos extras podem chegar a 6 euros. As atrações turísticas, por sua vez, custam em média 3 euros. Por noite, você deve gastar cerca de 29,76 euros, em Belgrado.

Sucesso => Os mais procurados tours da Sérvia

 

5) Sarajevo, Bósnia e Herzegovina

Quais os lugares baratos para viajar na Europa?

Vista aérea da cidade | Foto: Julian Nyča, via Wikimedia Commons.

Sarajevo ou Saraievo, como é escrito em português, é a capital e maior cidade da Bósnia e Herzegovina. O município conta com mais de 395,133 habitantes, e outrora já foi muito famoso em decorrência de guerra.

Contudo, além desse ser um destino barato, ele é cheio de história. Além disso, também possui muita cultura e beleza para oferecer aos visitantes, que podem ser conferidas em um tour por Sarajevo.

Só para aguçar a sua curiosidade sobre esta cidade, vou citar Baščaršija. Localizada à beira do Rio Miljacka, que cruza a cidade, ela faz parte do centro antigo de Sarajevo.

Além do ar europeu, ela reúne moradores e turistas. Não só pela beleza, mas também pela quantidade de artesanatos expostos. Contudo, pela cidade, você também poderá apreciar muitos cafés, uma vez que essa cultura é fortíssima na cidade.

Qual a melhor? => Companhia aérea para viajar para Europa

 

O que fazer em Sarajevo?

Ponte Latina | Foto: anjči, via Wikimedia Commons.

Sarajevo foi construída bem no meio de um vale. Então, ela te reserva belas vistas das colinas. Além disso, o Stari Grad, centro velho da cidade, revela muito da história da capital, que foi fundada pelo Império Otomano, em 1450. Lá você poderá conhecer, por exemplo, diversas lojas, cafés e restaurante. Tudo em estilo turco.

Outra atração imperdível é a Ponte Latina. De beleza incontestável, ela lembra muito algumas áreas holandesa, por exemplo. Mas não confunda.

Ela foi construída em 1878, quando o Império Austro-Húngaro ocupou a cidade. Na época, o objetivo dos novos colonizadores era modernizar Sarajevo. Confesso, a região é bem bonita.

Assim como as cidades citadas acima, Sarajevo também carrega a sua memória do período de guerras. Só para ilustrar, durante a Guerra da Bósnia, o município foi tomado pelo exército sérvio por mais de 1,4 mil dias e pelo menos 11 mil pessoas morreram.

Em memória às vítimas, cruzes brancas foram plantadas nos cemitérios, vista que pode ser observada de vários cantos do município. Inclusive, tem tour histórico em Sarajevo.

Se por um lado Sarajevo não quer esquecer o passado e suas lutas. Por outro lado, a cidade sempre esteve esperançosa em relação ao futuro. Exemplo disso é o Túnel da Esperança. Construído, em 1993, durante o cerco, ele era a porta para a comunicação com o mundo exterior.

Pesquise => Hotéis bem avaliados em Sarajevo

 

Quanto custa visitar Sarajevo?

A moeda local é o marco bósnio. O hostel mais barato pode chegar a 8 euros, por noite. Já o transporte público fica em média 0,92 cêntimos. As refeições chegam perto dos 10 euros. Os custos extras, por sua vez, chegam aos 6 euros, assim como as atrações turísticas. No total, você deve gastar por noite, 30, 92 euros.

Excelente => Excursões em Sarajevo

 

6) Budapeste, Hungria

lugares baratos para viajar na Europa sempre

Chain Bridge | Foto: The Photographer, via Wikimedia Commons.

Além de ser um roteiro barato para você conhecer na Europa, Budapeste, na Hungria, foi eleita recentemente o Melhor Destino Europeu para 2019.

Outro fato curioso sobre o lugar, e que vai na contramão da sua fama de viagem econômica, é que ela costuma ser chamada de “Paris de Leste”. Seja pela semelhança com a cidade francesa, seja pelo brilho próprio, uma coisa é fato.

Budapeste é um local que vale a pena ser visitado. Nela você irá conhecer desde catedrais e museus, até apreciar a vista panorâmica dos prédios ou do Rio Danúbio.

Excelente => Excursões de natureza e aventura na Europa

 

O que fazer em Budapeste?

A visita a Budapeste pode começar pelo Parlamento Húngaro. Além deste ser um prédio representativo para os moradores, ele também é uma das principais atrações turísticas do País.

Vale destacar que este é o segundo maior parlamento europeu. Ah, e o terceiro maior do mundo. Só por curiosidade, ele só perde para Romênia e Argentina. Para conferir tudo isso de perto, recomendo uma excursão guiada pelo Parlamento Húngaro.

Outro local que deve ser visitado é o memorial “Shoes on the Danube Bank” ou Sapatos na margem do Danúbio, em português. O local, situado realmente a beira do rio, presta homenagem aos milhares de judeus assassinados durante a Segunda Guerra Mundial. E você pode agendar um cruzeiro em Budapeste.

Por fim, também vale a pena conhecer a Chain Bridge. Não só por que o local propicia belas fotos, mas também por que conta a história de como Buda se ligou a Peste.

Descubra => Hotéis recomendados em Sarajevo

 

Quanto custa visitar Budapeste?

A moeda local é o Forint Húngaro. O hostel mais barato custa em média 10 euros. O transporte público custa pouco menos de 2 euros. As refeições também podem chegar aos 10 euros. Ou, experimente um jantar com show folclórico em Budapeste.

Já as atrações turísticas custam em média 5 euros e os custos extras podem chegar a 4 euros. No total, você deve gastar 31 euros, por noite.

 

7) Istambul, Turquia

lugares baratos para viajar na Europa o ano todo

Foto: Erol Gülsen Selda Yildiz, via Wikimedia Commons.

Outrora chamada Bizâncio e Constantinopla, hoje Istambul, é a maior cidade da Turquia e a quarta maior do mundo.

Ela também é dona das mais belas paisagens do planeta e tem ganhado cada dia mais fãs. Seja pelos edifícios antigos, seja pelas margens do Mar de Mármora, a cidade é repleta de história e significados. Vale destacar que também é um desses locais que nos apaixonamos logo de cara, como em um tour pela Hagia Sophia.

Em Istambul, você poderá conhecer desde a Praça Taksim até o Palácio Topkapı. Mas a cidade ainda reserva muitas surpresas como, por exemplo, a Rua Istiklal, a Basílica de Santa Sofia ou a Mesquita Azul. Isso mesmo, diversidade é o que você mais vai encontrar nesta cidade de prédios e mar.

Saiba como => Viajar barato para Europa

 

O que fazer em Istambul?

Maiden Tower | Foto: Mkaraarslan, via Wikimedia Commons.

Caso você deseje sair da mesmice dos passeios, e deixar um pouquinho de lado as visitas a templos religiosos ou palácios, não fuja do Grande Bazar.

Ele faz parte das ruas da cidade e isso de fato te levará um pouco para dentro do cotidiano local. Em outras palavras, você poderá quase se sentir um turco ao caminhar pela região!

Outro passeio obrigatório é navegar pelas águas do Rio Mármora e Bósforo. Este último é estreito, mas garante belas vistas, já que muitas construções estão às margens deste rio. Falando nisso, esse é caso do Palácio Saraylar. Vale a pena consultar o preço de um cruzeiro pelo Bósforo.

Então, esteja atento quando passar pelo local e não esqueça de fazer aquela selfie bacana! Além disso, para se sentir de vez em Istambul, conheça uma casa de chás. Elas são muito famosas em toda Turquia e com certeza os aromas e sabores irão ficar em tua memória.

Confira => Hotéis em Istambul com avaliações

 

Vai viajar e precisa ter internet 100% do tempo no seu celular?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Devido a nossa parceria com a EASYSIM4U, clicando no botão abaixo você ganha o frete grátis para comprar qualquer chip e receber em casa, e assim ter conexão em até 210 países.

 

Quanto custa visitar Istambul?

A moeda local é a Lira turca. O hostel mais barato da cidade custa algo em torno dos 8 euros. O transporte público por sua vez custa menos de 50 cêntimos. As refeições, porém, podem passar dos 9 euros.

Nesse roteiro, o custo extra é um pouquinho mais caro, mas fica abaixo dos 8 euros. Por fim, as atrações turísticas custam em média 5 euros. No total, você vai gastar, por noite, aproximadamente 30, 50 euros.

Veja também => Imperdíveis passeios em Istambul, Turquia

 

8) Vilnius, Lituânia

tranquilos lugares baratos para viajar na Europa

Vista aérea de Vilnius | Foto: Diliff, via Wikimedia Commons.

Vilnius, na Lituânia, não é uma das cidades mais conhecidas da Europa. Isso até poderia ser um motivo para você escolher outro destino. Mas antes que você comece a procurar, aviso, leia sobre este lugar!

Vilnius é uma cidade linda, charmosa e barata. Ela reúne muita história e arte. Além disso, ela é Patrimônio Mundial da Unesco e no centro histórico você poderá conhecer tudo por meio de caminhadas agradáveis ou em um ônibus turístico em Vilnius.

Só para ilustrar, Vilnius reserva desde visitas a catedrais e praças, até castelos e museus.

Dicas => Viajar sozinho na Europa

 

O que fazer em Vilnius?

Rua Pilies | Foto: Marcin Białek, via Wikimedia Commons.

O seu passeio em Vilnius pode começar, por exemplo, pela Colina de Gedimino. O local não só é incrível, como também permite apreciar uma vista panorâmica da capital da Lituânia.

Na sequência, você também poderá conhecer o Castelo Superior e a Torre de Gediminas. Este último é uma fortaleza que ainda está de pé.

Outro local que vale a pena explorar é a Praça da Catedral, uma vez que ela fica no centro da cidade, ou seja, é um roteiro indispensável. Além disso, bem em frente a ela, fica Torre Sineira ou Torre do Sino, em português. Veja também a possibilidade de fazer um tour em Vilnius pelos lugares mais importantes.

Apreciar essa atração tem mais de um ponto positivo. Primeiro, é gratuito. Segundo, a Torre possui 57 metros de altura, estilos distintos, que vão desde o medieval até o semibarroco e clássico, e claro, dá ótimas fotos!

Ofertas => Lista de hotéis em Vilnius

 

Quanto custa visitar Vilnius?

Vilnius não só é um destino a ser explorado pela beleza e cultura, mas também por que sua moeda local é o euro. Além disso, o hostel mais barato custa em média 10 euros por noite. O transporte público custa em média 1 euro, cada viagem.

Já as refeições podem chegar aos 15 euros. Mas os custos extras não passam dos 7 euros e as atrações turísticas custam em média 4 euros. No total você irá gastar, em média 37 euros, por noite.

Aproveite => Inesquecíveis passeios em Vilnius

 

9) Bratislava, Eslováquia

Imperdíveis lugares baratos para viajar na Europa

Vista aérea de Bratislava | Foto: Marc Ryckaert (MJJR), via Wikimedia Commons.

A capital da Eslováquia, Bratislava, é mais um destino que você precisa conhecer! Localizada na Europa Central, assim como Belgrado, ela também é banhada pelo Rio Danúbio. Então já viu, se planejar direitinho, talvez você consiga conhecer as duas cidades em uma única trip.

Por outro lado, se você for apenas a Bratislava, saiba que lá você irá conhecer monumentos, igrejas, castelos e muito mais. Outro benefício da cidade são os passeios a céu aberto ou os passeios no ônibus turístico de Brastilava.

Saiba mais => Mês mais barato para viajar para Europa

 

O que fazer em Bratislava?

O seu passeio pode começar pela Old Town Hall, ela abriga o Museu de Bratislava. Mas caso você não queira visitar a parte interna do espaço, já ficará surpreso com a beleza do pátio renascentista. Ele é elegante e possui estilo gótico.

Por falar em vista, outro local deslumbrante é o Castelo de Devín. Ele fica a aproximadamente 10 quilômetro a oeste da cidade. Além de já ter sido um ponto importante da rota comercial, ele fica em frente ao Danúbio. Por isso, fazer um cruzeiro pelo Rio Danúbio em Brastilava é uma boa ideia.

Ainda falando de vistas que são lindíssimas e não custam nada, você precisa ver o Castelo de Bratislava. Do terraço, caso você visite a parte interna do local, é possível ver o Danúbio e as fronteiras da Áustria e Hungria.

E se você precisa de mais um motivo para conhecer o interior do Castelo, saiba que ele oferece exposições para contar a história da cidade.

Promoção => Hotéis em Brastilava

 

Quanto custa visitar a Bratislava?

O hostel mais barato sai em média 12 euros à noite. O transporte público custa em média 0.90 cêntimos e as refeições passam dos 13 euros. Os custos extras por sua vez, ficam cerca de 7 euros. Já as atrações turísticas variam em 5 euros. No total, visitar Bratislava deve custar, por noite, 37 euros.

Interessante => Melhores passeios na Eslováquia

 

Aproveite todos os lugares baratos para viajar na Europa

Ira para o continente europeu é algo perfeitamente possível. Deu para percebeu que parte dos destinos podem ter custos até mai inferiores em relação a algumas viagens feitas em território brasileiro.

Neste post você viu que as cidades mais baratas para viajar na Europa são Kiev, Cracóvia e Bucareste. Ou seja, com uma boa pesquisa, você descobre que consegue viajar para Europa e gastar pouco. Em outras palavras, pode gastar até 21.65 euros, por noite.

Quero destacar, porém, que neste artigo, todas as sugestões que dei estão cotadas em euros e foram feitas em 2019.  Ou seja, alguns destinos europeus possuem moedas distintas, mas se você precisar trocar o real ainda no Brasil, optar pelo euro possui uma economia em comparação ao dólar.

E não esqueça a atualizar os valores na época da sua viagem.

No entanto, não menos importante é preciso levar em consideração que eu somei uma atração turística por dia, uma passagem de transporte público e uma refeição.

O motivo é que diversos lugares não necessitarão de transporte público. Outro fator é que grande parte das atrações também possuem a possibilidade de conhecer apenas o lado externo, o que não gera gastos.

Além disso, a maior parte dos viajantes que desejam gastar pouco, optam por fazer uma boa refeição ao dia ou dividir o investimento da alimentação em dois. Então, tudo depende do tipo de viagem que você deseja fazer.

Então, vale a pena assistir ao vídeo produzido pelo site oficial de turismo da Europa com as belezas de alguns desses países citado neste post:

Gostou das sugestões de lugares baratos para viajar na Europa? Deixa a sua opinião; participe nos comentários!

Você também vai gostar

Deixe um Comentário

* Ao usar o formulário você concorda com o armazenamento dos dados nesse site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumimos que você concorda, mas pode desabilitar se assim preferir. Aceitar Saiba Mais