Home » O que saber antes de viajar para Europa: guia completo

O que saber antes de viajar para Europa: guia completo

por Eduardo Dias Araujo
Publicado: Última Atualização em 0 comentário

Vamos direto ao assunto: eis aqui o guia com tudo o que saber antes de viajar para Europa! A primeira viagem para o Velho Continente traz com ela um monte de dúvidas! Até para quem já viajou é bom dar uma checada em informações atualizadas.

Para ter uma viagem inesquecível pela Europa, é preciso preparar a viagem e ter muitas informações sobre os destinos que pretende visitar. Não dá para esquecer da documentação e das roupas corretas para a época que vai viajar; sem contar que  também é preciso colocar na bagagem uma noção da cultura local.

Tudo o que você precisa saber antes de viajar para a Europa está aqui. Vamos lá?

Planeje sua viagem => Hotéis mais baratos na Europa

Seguro viagem Europa »

 

Tudo o que saber antes de viajar para Europa

Documentos obrigatórios

Documentos obrigatórios para viajar para a Europa

Passaporte é um dos documentos obrigatórios para embarcar para a Europa.

Você já sabe que sem identificação não pode viajar e também é preciso cumprir algumas exigências. Os documentos obrigatórios para entrar na Europa são:

  • Passaporte
  • Passagem de ida e volta
  • Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (somente em Albânia e Malta)
  • Seguro de viagem
  • Comprovante de Vínculo com o Brasil
  • Comprovantes financeiros
  • Comprovante de hospedagem

Nenhuma exigência é absurda, tudo bem tranquilo para conseguir; a intenção é comprovar que você não pretende viver no país como ilegal. No artigo o que precisa para viajar para Europa, explico todos os detalhes sobre o que são e como obter cada um deles.

CLIQUE AQUI agendar os melhores tours na Europa »

 

Quanto tempo você pode ficar na Europa?

Turismo na Europa

Seu tour pela Europa pode durar até 90 dias.

Vai fazer um tour pela Europa de 10 dias? Ou vai aproveitar as férias todas por lá? Pode ir! No geral, os brasileiros podem ficar 90 dias a cada 180 na Europa. São praticamente três meses para gastar em quantas vezes quiser.

Não precisam ser dias seguidos; você pode viajar para lá quantas vezes quiser e seu orçamento permitir, respeitando o limite de 90 dias. Mas claro, comprovando o que vai fazer, com grana para bancar as férias, passagem de volta e os outros documentos necessários.

Com isso explicado, vale a pena comentar que a definição de dias ideias para suas férias depende da rota que planeja seguir, do clima da Europa que prefere, do que quer fazer em cada lugar e, não dá para esquecer, do orçamento disponível.

Prático => Chip na Europa

 

Seus impostos podem ser devolvidos

Devolução de impostos na Europa

Ao fazer compras, verifique se a loja é inclusa no programa de devolução de impostos.

A União Europeia decidiu que não há porque o turista pagar o imposto equivalente ao ICMS daqui enquanto estiver no Velho Continente; não quando o produto será utilizado no país de origem do viajante. Assim, se instituiu a devolução dos impostos no último dia de sua viagem, quando o que você comprou vai contigo para casa.

Dependendo em que país seja sua partida para o Brasil, pegar o reembolso custa algo. Mesmo com taxas, dá para pegar uma graninha de volta.

Não é toda compra que devolve o imposto e a loja tem que estar inscrita no programa. Você deve perguntar diretamente no estabelecimento para saber se ela participa e pedir o formulário no final da compra; não esqueça de guardar a nota.

Planeje => Mochilão pela Europa

 

Melhor época para viajar para a Europa

Quando viajar para a Europa

Início da primavera européia é a época com passagens mais baratas.

Antes de viajar para a Europa, nunca é demais conhecer dicas para economizar e para aproveitar cada momento da viagem.

Escolher a melhor época do ano para viajar para a Europa é importante porque vai influenciar diretamente em sua experiência no país que quer visitar. Não dá para pegar praia em dezembro, por exemplo. As estações são diferentes e é bom saber o que esperar.

Março é o mês mais barato para viajar para a Europa quando falamos de passagem de avião. Mas a época mais em conta como um todo é a meia estação. Na primavera e no outono é possível economizar e aproveitar bastante.

Economize => Época mais barata para viajar para Europa

 

Economizar nas passagens

Passagens aéreas baratas para Europa

Viajar com companhias low cost podem baratear sua viagem.

Uma vez decidida a época e que países da Europa pretende visitar, é hora de procurar as melhores ofertas em voos. Descubra quantas milhas preciso para viajar para Europa.

Normalmente, quem não tem data fixa consegue melhores preços, pois dá para escolher a data de ida com preço mais baixo e combinar com uma volta em dia também mais barato.

Voos com conexão costumam ser mais em conta que os diretos; mesmo que exista a diferença, se for pouca pode compensar as horas de espera pela conexão.

Passagens com destino a certos aeroportos europeus tem seu preço reduzido, principalmente as das companhias low cost Europa, que valem muito a pena em voos dentro do continente.

Fique bem atento a questão de bagagem, pois existem voos que não incluem as malas no preço anunciado e, mesmo quando o fazem, trechos internos tratam de limitar o transporte a uma mala de 23 a 32 quilos, segundo a companhia e o voo.

Sabia que o Seguro Viagem é obrigatório na Europa?

Além de ser obrigatório nos países do Tradado de Schengen, a imigração de qualquer país pode solicitar o documento para permitir ou negar sua entrada.

Faça uma cotação online na Seguros Promo, comparando o preço nas melhores seguradoras. Aproveite e ganhe até 10% de desconto usando o cupom VIAJARNAEUROPA, é só clicar no botão.

 

Qual a melhor? => Companhia aérea para viajar para Europa

 

Facilidade de transitar entre os países

Viajar entre países na Europa

Europa permite fácil acesso entre países próximos.

Uma das coisas mais legais de viajar pela Europa é a facilidade de ir de um lugar para o outro. Dentro dos 26 países do Tratado de Schengen, você não precisa passar pela imigração.

O tratado é o que garante que você possa circular livremente entre os países que aderiram a ele. Confira mais detalhes no site da Comissão Europeia.

O transporte é excelente. O trem na Europa comunica as cidades de forma eficiente, e oferecem opções para todos os bolsos.

Viajar de trem pela Europa é uma opção rápida, barata e confortável, especialmente para quem compra a passagem com antecedência. A experiência é incrível, vale mesmo a pena.

Dentro das cidades há ônibus, taxis, metrô, Uber, bicicletas e trachos tranquilos para caminhar; sem contar que você pode alugar um carro, com a vantagem de poder retirar em um país e devolver em outro.

Compare => Aluguel de carro na Europa

 

Dinheiro

Devo levar dinheiro para a Europa?

Tenha sempre alguns euros em mãos na Europa.

Em 19 países da União Europeia, o euro paga tudo; nos demais, se usa a moeda local. Em alguns lugares tem a opção de pagar em ambas moedas, mas notei que quem paga em euro sempre sai perdendo, por isso recomendo fazer o câmbio. Saiba como viajar barato para Europa.

Tem casas de câmbio em vários lugares, principalmente nas cidades maiores. Estações de trem e aeroportos são meus preferidos, mas dá para usar outros meios para ter moeda local em mãos, como sacar no caixa eletrônico, com o cartão de crédito. Verifique as taxas para ver se vale a pena.

Existem outras opções, principalmente para quem prefere não viajar com muito dinheiro e sacar por lá, como contas digitais focadas nas necessidades dos viajantes, por exemplo. Descubra qual o país mais barato para viajar na Europa.

É normal ficar meio perdido com as contas para saber quanto está gastando por lá; não tenha medo de tirar o celular e multiplicar para saber o valor do que vai comprar em reais. Uma blusinha da estação na Zara custa em média 26 euros. Parece barato, mas convertendo ao real o preço ainda vale a pena?

Especialmente em roupas, sapatos acessórios e lembrancinhas para a família também pesam no orçamento final; souvenir tem de monte em todo lugar turístico, dá para pesquisar antes de comprar.

Comida e hospedagem são outros gastos importantes e variam muito conforme o destino. Mas dá para economizar sim; mesmo nas cidades mais caras existem restaurantes ótimos e também é possível reservar hotel na Europa preços mais acessíveis.

Precisa de moeda estrangeira e gostaria de receber em casa?
Compare preços e compre online no Bee Câmbio »

 

Segurança

Países mais seguros da Europa

Holanda é dos países mais seguros da Europa.

Os dados mais recentes sobre a criminalidade na Europa são de 2016. Li nessa pesquisa  da Eurostat que foram registrados 5200 homicídios em todo o continente nesse ano, sendo que São Paulo registrou 4870 no mesmo período. Se quiser comparar com o Brasil, dá uma olhada na pesquisa do Ipea.

Os índices de criminalidade no geral são baixos, quando comparamos com os deste lado do Atlântico. E a sensação é muito boa. Isso não quer dizer que você deva dar bobeira; mantenha seus pertences com você ou em local seguro, não carregue grandes quantidades de dinheiro em efetivo e respeite a lei que nada de ruim vai acontecer.

Nunca sofri um assalto, nem vi violência por lá; brigas de bêbados em bar, algumas. Mas nada digno de um episódio de “O Justiceiro”, aquela série sangrenta da Netflix. Ainda bem!

A Holanda, por exemplo, vive uma crise penitenciária pois não existem presos o suficiente para ocupá-las. Aproveite e confira os melhores passeios guiados na Holanda.

No geral, o pessoal por lá é muito honesto; são pessoas que não estão tristemente acostumadas com a criminalidade, como eu e você. E nada se resolve no jeitinho, tem que seguir a lei.

Conheça => Melhores destinos da Europa

 

Cultura

Curiosidades dos países da Europa

Na Espanha costuma-se jantar após às 9 da noite.

Os costumes variam muito entre os países. Antes de viajar para o continente europeu é bom conhecer um pouco da cultura dos lugares que vai visitar para não cometer gafes, mas também para aproveitar a experiência de forma mais completa.

Na Espanha, por exemplo, se janta a partir das 9 da noite e os restaurantes permanecem abertos e com a cozinha funcionando até mais tarde. Na Alemanha e Reino Unido, o horário de jantar é as 7; são duas horas de diferença que podem complicar a refeição depois de certo horário.

Na Europa Setentrional – principalmente nos países escandinavos – ninguém entra com sapatos na casa dos outros, pois é considerado falta de educação. E todo mundo é muito direto, se você fizer algo que é estranho no país, eles vão te dizer; mesmo se for no meio da rua. Confira os melhores tours guiados na Dinamarca.

Lugar de lixo é no lixo aqui, na lata certa de preferência. Existe uma preocupação com o meio ambiente notável na Europa; se não ver nenhum lugar para descartar papéis e qualquer outra coisa, guarde na bolsa.

Em praticamente todos os lugares não se joga papel higiênico no cesto, mas diretamente no vaso sanitário. E as descargas são diferentes das daqui em tantos outros; parece engraçado eu falar isso, mas quando cheguei na Europa pela primeira vez não sabia onde dava a descarga no banheiro do aeroporto. Demorei para achar.

Mas, sempre vale frisar que a boa educação é admirada em qualquer lugar do mundo. Junte-a com uma mente aberta para as diferenças culturais e vai ter uma experiência ótima!

Quando pensar nos países que quer viajar, ou mesmo para ter ideias, consulte o artigo mapa mundi Europa. Tem muita informação sobre o turismo e a geografia entre eles; vai ajudar bastante a definir o seu roteiro.

Incrível => Cadeia montanhosa da Europa

 

Quem procurar em caso de problemas?

Consulados brasileiros na Europa

Tenha na lista o telefone do consulado brasileiro mais próximo.

Vai viajar e precisa ter internet 100% do tempo no seu celular?

Ter internet é essencial para usar aplicativos como Uber e Google Maps, além de conversar no WhatsApp e postar aquela foto no Instagram.

Devido a nossa parceria com a EASYSIM4U, clicando no botão abaixo você ganha o frete grátis para comprar qualquer chip e receber em casa, e assim ter conexão em até 210 países.

 

Por mais que se prepare a viagem, ninguém está livre de problemas. Eles acontecem! Faça uma lista de telefones úteis e a mantenha com fácil acesso, contendo números para o cancelamento de cartão de crédito, do seguro de viagem e da embaixada ou consulado brasileiro mais próximo tem que estar lá.

Saiba quem procurar, claro; se ficou doente, é o seguro viagem Europa. Não adianta ligar para a companhia aérea.  Se perdeu a documentação, consulado. E por aí vai!

E não esqueça de ligar para quem te espera no Brasil. Se não der notícias, o coração da mãe fica apertado.

Dicas => Viajar sozinho na Europa

 

O que pode levar na bagagem de mão?

Bagagem para viajar para Europa

Leve objetos pequenos e que necessitem fácil acesso na bagagem de mão.

A bagagem de mão é uma mala pequena o suficiente para caber no compartimento acima dos assentos do avião. A medida é, em média, 55 cm de altura por 35 cm de largura, com uns 25cm de profundidade.

Pode levar o que quiser, desde que não seja um objeto cortante ou perfurante, nem tesoura de unha pode; coloque na mala que será despachada. A lista completa do que evitar é dada pela ANAC.

Uma blusa, um livro, seus documentos de viagem, carregador de celular, tablet e notebook e câmera de fotos. Todos esses itens exemplificados recomendo ir na bagagem de mão.

A dica é pensar nas coisas que você quer saber onde estão e que vai precisar dentro do avião e logo na chegada. Leia também sobe a validade do passaporte para viajar para Europa.

Os líquidos e géis precisam passar pelo controle em um saquinho transparente e os frascos tem que ser de 100 ml no máximo; até 10 frascos, pode levar. Comida de bebê, só na quantidade exata para o voo, sendo que não é preciso levar um estoque, pois são vendidas normalmente na Europa.

Ah, mulher pode levar a bagagem de mão e uma bolsa. Mas não vá escolher a maior do armário e encher até estourar; prefira uma bolsa de tamanho médio, nada imenso. As companhias não costumam implicar com elas, se não pretendem ser uma segunda bagagem de mão.

O que fazer? => Passeios na Europa

 

Comida

Comidas típicas na Europa

Pastel de Nata é um dos doces favoritos dos portugueses.

Arroz com feijão não é prato normal em nenhum restaurante da Europa, portanto prepare-se para novos sabores. A comida mediterrânea agrada bastante o paladar: carnes, frutos do mar, deliciosas massas, saladas, os doces. Ah, doces! Os melhores que já comi na vida foram em Lisboa. Aproveite que deu água na boca e confira os melhores passeios em Lisboa.

Na Holanda se come bastante fritura, mas a culinária local é deliciosa; quem tem a oportunidade de comer uma comida caseira por lá, se perde em sabores. Enquanto fazia alguns passeios na Alemanha, provei as melhores receitas com batatas do mundo.

Em todos lugares há comidas típicas, algumas com ingredientes incomuns para nós. O Haggis escocês é um bucho de carneiro recheado com miúdos, a Inglaterra é famosa por sua torta de rins de vaca e no País Basco (norte da Espanha), se servem tapas deliciosas de bochecha de peixes. Vale consultar os ingredientes se você não topa qualquer parada culinária.

Aprenda => Viajar e trabalhar na Europa

 

Dicas sobre o que saber antes de viajar para Europa

Saber o que precisa antes de viajar para as cidades da Europa é a melhor maneira de aproveitar mais e melhor sua estadia pelo Velho Continente.

Ter os documentos exigidos à mão, saber como funciona o aeroporto, conhecer seus direitos e deveres como turista e saber sobre os destinos são chaves para uma vivência memorável no Velho Continente. E em qualquer lugar do mundo!

Turista que viaja cheio de informações úteis nunca passa aperto!

Depois de descobrir o que é preciso saber, vale a pena assistir ao vídeo produzido pelo site oficial de turismo da Europa com as belezas do continente:

E você, ainda tem dúvidas sobre a sua viagem para a Europa? Deixe sua resposta nos comentários!

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DE

Deixe um Comentário